Ferramenta criada no MS auxilia profissionais e entidades da saúde no País a anunciar e trocar plantões de forma gratuita, rápida, simples e segura

Lançado em 2012, site conta com mais de 10 mil usuários cadastrados entre médicos, enfermeiros e dentistas, e possibilita agora a adesão de fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas, biomédicos e farmacêuticos

Atentos às necessidades da área da saúde, dois cientistas da computação e um designer gráfico de Campo Grande desenvolveram uma ferramenta online e gratuita com o objetivo de viabilizar a troca de plantões, o gerenciamento de escalas e ainda o anúncio de vagas de emprego para profissionais como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e dentistas de todo País: é o Pega Plantão. Lançado em 2012, o site conta com mais de 10 mil profissionais cadastrados e lançou, recentemente, a plataforma de cadastro para fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas, biomédicos e farmacêuticos.

A dinâmica permite a substituição imediata de plantonistas, contribuindo para que não haja a falta de profissionais, e evitando o prejuízo de atendimento a pacientes. Segundo um dos idealizadores, o Johni Ecco, a ideia surgiu de reclamações de amigos médicos que encontravam dificuldade em efetuar as trocas dos seus plantões. “As reclamações de escalas de plantões coincidirem com datas de congressos, compromissos pessoais, ou mesmo com o final de semana, nos despertou a ideia de se criar um ‘classificados’ de plantões”, explica.

Vista também como eficaz canal de comunicação, explorando os recursos de novas tecnologias, a plataforma tem recebido propostas para experimentação em algumas entidades, como cooperativas de médicos, e pode ser utilizada tanto em redes públicas quanto em redes privadas de saúde.

A ferramenta é simples: o profissional interessado acessa o endereço www.pegaplantao.com.br, realiza o cadastro gratuito no site e acompanha o oferecimento de plantões na sua região. O serviço funciona ainda como uma agenda, onde o usuário pode ter um controle de compromissos. “Aos profissionais que vivem ‘conectados ao mundo virtual’,  há aplicativo da ferramenta que pode ser instalado em smartphones, com sistema Android e Windows Phone. Para os usuários do iPhone, o aplicativo está em fase de desenvolvimento, e será disponibilizado em breve”, acrescenta Ney Ricardo Barão, designer e sócio do projeto.

No momento a equipe está focada na expansão da ferramenta para atender redes/entidades de saúde. Os recursos avançados de gerenciamento das escalas visa substituir as atuais planilhas amplamente utilizadas, proporcionando maior poder gerencial e agilidade. “Alguns dos novos recursos são: a criação de grupos privados de profissionais, alertas em massa para esses grupos, integração com os aplicativos para smartphones e geração de relatórios. Funcionalidades como essas reduzem muito o tempo para cobrir um furo na escala, melhoram a macro visualização das escalas da entidade, minimizam o trabalho e reduzem custos”, explica o cientista da computação Fábio Paradiso, sócio do empreendimento.

A inovação já rendeu aos três jovens empreendedores o primeiro lugar e prêmio de ideia mais criativa no evento Pitch Digital, edição Pantanal, prêmio que intitulou o Pega Plantão a representação de Mato Grosso do Sul no 10° Encontro Nacional de Tecnologia e Negócios – Rio Info 2012. A equipe também foi procurada pela Nokia que, interessada pela ideia, propôs uma parceria. “Dessa parceria com a Nokia surgiu o aplicativo Pega Plantão para Windows Phone, que tem rendido ao site excelentes resultados em acesso”, finaliza Paradiso.

A equipe do Pega Plantão também está otimista quanto à possibilidade de emprego da ferramenta no sistema público de saúde, o que irá contribuir para dinamizar os trabalhos dos profissionais do segmento, impactando diretamente no atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Mais informações podem ser obtidas em www.pegaplantao.com.br/entidades-de-saude.

Postagens recente