Carreira Médica: Ministério da Saúde prepara mudanças

Para os futuros médicos, vem aí uma boa oportunidade. Na tentativa de sanar a ausência de profissionais da área em zonas remotas do país, o Ministério da Saúde estuda criar uma carreira típica de Estado, nos mesmos moldes de procuradores e auditores fiscais para atrair mais médicos para o interior do Brasil.

Isso se deu devido à última iniciativa do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (PROVAB) que não apresentou os resultados esperados. Agora a proposta irá atender a uma solicitação antiga das entidades médicas de classe, pois, a criação da carreira pretende estimular ainda mais os profissionais da área a enfrentarem os problemas do interior, como a falta de infraestrutura nos hospitais.

Entretanto, uma das maiores dificuldades dessa proposta é adequá-la à realidade de cada unidade da Federação. Se bem que o Ministério da Saúde reforça que já existe uma carreira para médicos em algumas unidades da Federação, mas não há plano de ascensão e o foco está pulverizado nos municípios.

O intuito então é fortalecê-la em cada estado, respeitando as diferenças das localidades, passando, assim, a responsabilidade para as administrações locais.

Outra estratégia da pasta está focada no aumento da oferta de vagas desses programas, alinhadas à expansão das necessidades do SUS. Na visão do Conselho Federal, diferentemente do que a proposta prega, não faltam médicos no Brasil, o problema está na má distribuição.

E vocês, concordam?

Postagens recente