Gestão hospitalar, administrando o hospital moderno

gestão hospitalar
Os hospitais na antiguidade tinham os objetivos de receber estrangeiros e visitantes, tanto é que o nome “hospital” deriva de hospitalidade em latim. Ao longo do tempo, grandes mudanças ocorreram na forma como a gestão hospitalar funciona, devido a influência social, econômica, política, científica e tecnológica.

Mesmo o médico sendo apto para promover relações humanas e, obviamente, práticas de saúde, tornou-se necessário agregar outros tipos de profissionais aos hospitais.
Surgiram assim profissões que tornaram-se essenciais para a gestão hospitalar. Um exemplo é a formação com o objetivo de controlar as múltiplas atividades nas instituições de saúde, sendo o Gestor Hospitalar – uma carreira em ascensão no país.

Outro ponto interessante a ser notado é que essas mudanças atingiram significativamente o setor tecnológico. Temos hoje sofisticadas ferramentas de diagnósticos e tratamentos, garantindo velocidade e qualidade na obtenção dos objetivos da gestão hospitalar. Em contínuo desenvolvimento, essas tecnologias, permitiram aos hospitais acesso rápido as inovações, proporcionando maior qualidade no atendimento ao paciente.

Para atingir de maneira eficaz suas metas, as instituições de saúde precisam acompanhar na mesma velocidade a evolução na qual nos encontramos. Aqui, é relevante notar, que a presença da informática no gerenciamento hospitalar é crucial. Um sistema de gestão hospitalar, irá melhorar o planejamento e a execução do trabalho do gestor, evitando horas improdutivas de trabalho manual.
Um exemplo prático do ponto aqui levantado, é a gestão de escalas. O gestor gasta horas, mesmo dias para organizá-las. Tornando-o muitas vezes improdutivo. Lidar com furos nos plantões é estressante e algumas vezes sem resultado. Além de que, efetuar os pagamentos dessas escalas é igualmente complexo. Podemos encontrar muitos outros pontos em que será evidente as complicações de um hospital moderno.

Vendo a evolução na qual os hospitais se encontram e a extrema necessidade de auxílio que os gestores precisam, surgiu o Pega Plantão, eliminando completamente aquelas escalas confusas, rabiscadas e até mesmo como você já deve ter visto, nomes e horário errados.

O Pega Plantão veio para auxiliar a gestão hospitalar de maneira simples, assim como deve ser. Além de escalas sem erros e organizadas, os relatórios são instantâneos e precisos. Visualizando rapidamente a relação de pagamentos, frequência e, claro, gráficos que ajudam a tomada assertiva de decisões na gestão de escalas.

Já podemos dizer que é antigo o fato de todo o trabalho do gestor hospitalar ser focado somente nele, pois o Pega Plantão permite que os profissionais sejam proativos, se candidatando a furos de escalas, fazendo coberturas e auxiliando na gestão de hospitais.

Temos ainda muitas outras vantagens e continuamos acrescentando novos recursos para resolver as necessidades das instituições de saúde. Estamos acompanhando a evolução da gestão hospitalar. Se você sente a necessidade de melhora na  instituição em que trabalha, entre em contato conosco, estamos abertos para ouvi-lo.

Postagens recente